sexta-feira, 20 de novembro de 2009

ESPERANÇA: O AMOR - ENTRE AVÓS E NETOS








Altiva, elegante.... O sorriso misterioso e sedutor como de anjo no paraíso, o olho voltado aqui, pras delícias terrenas.
Porte de princesinha feliz!
Gestos precisos e delicados. Se tiver disciplina, aliada ao gosto pela dança que pressenti, ontem, será uma bailarina.

É indescritível o que sentimos quando o tema são nossas crianças.
Filhos dos filhos, bandeira total! Hum... O resultado é traduzido nos semblantes, pouco sérios, dos amigos que desconfiam de cada adjetivo em nossas histórias de avós!

Ontem, sim senhoras e senhores, a esperança, em forma substantiva, tinha olhos castanhos, cabelos louros, presos num coque, lá no alto da cabeça, quase junto a uma pequena coroa de princesa.
O desenho do traje rosa choque, sua cor favorita, evocava os mares, a beleza feminina e a história de uma pequena sereia que se apaixona por um humano.


Levei para comemorar, na apresentação de final de ano do ballet, um bouquet de flores róseas, uns pequenos lírios delicados e jovens, como ela. Astromélias!

O presente ganhei eu! Num átimo. Foi o seu olhar encantado com a surpresa florida e, inteiramente, sua.
Nenhuma palavra...Para não quebrar a magia do instante.
Amanhã, essa querida menina completa 6 anos!
Meu desejo é que enquanto ela, seu irmão, suas primas, todas as crianças vão crescendo...Encontrem um mundo cada vez melhor!
Habitado por humanos, adoráveis, que cuidem com amor e muito carinho de todas as expressões da vida.
Aprendam com as crianças a acreditar na esperança e a cultivá-la.
De uma avó com síndrome irrecuperável de corujice.



Abraços a quem por aqui passar.
Maysa

2 comentários:

Luiz Estevam disse...

Oi, Vovó Maysa!

Que delícia é ser avó é poeta! Seis anos! É a idade do Miguel, que completa os seis amanhã e comemora a aprovação - há 5 dias - no São Bento.
Angela já atualizou os celulares todos, de toda forma, faltou o daqui da FGV, 3799 6069.
Um grande beijo, neste tempo de aniversários e paz.
Vou visitar o blog com frequencia.
Seu,
LELG

Maysa disse...

Meu destemido amigo!
Pois é, nos tornamos avós! Todos corujas e felizes. Tenho a certeza que é o maior prêmio desta nossa intrépida vida.
um beijão no Miguel, pelos seis anos que completa. Nos papais e
beijo em vovó e vovô!
Maysa