domingo, 18 de julho de 2010

POEMA DA GATINHA - MABI RYFF










POEMA DA GATINHA


Mabi Ryff


Toda vez que acordo, escuto:
miau, miau, miau.
É a gatinha ronronando
querendo leite e mingau.
Tudo que ela quer pede miando.
Só não pede para tomar banho.
Quando saio é um grude
que não acaba mais...
Se meto o pé fora
ela corre atrás


Barra, 15.07.2010


PS: A autora do poema tem 8 anos. Adora escrever, ler , contar e ouvir histórias. Perguntou-me se podia publicar no blog seu Poema da Gatinha.
Com prazer e muito feliz , aqui, o trancrevo .

Abraços para quem passar.

Maysa

3 comentários:

Maria Helena disse...

Amei esta pequena poeta! Quem sai aos seus não degenera!!

Pedro Ayres disse...

Maysa
Essa pequena poeta além de pedigree, tem talento e humor suficientes para até justificar um blog próprio.
Foi ótimo esse reencontro.
Beijos
Pedro

Maysa disse...

Meus amigos:

Maria Helena e Pedro

Pessoal tenho que abrir o olho!A autora é bem humorada,boa de rima, mas também cuidadosa e desconfiada...
Saibam que após me consultar sobre esta publicação, confirmou em forma de pergunta:
- Mas v. vai colocar meu nome, não vai?
-Claro,lhe respondi.
Quem como nós, sobretudo Pedro, lida com autoria e ser humano percebe que ela vai longe.

Um beijo em cada um e até a próxima
Maysa