segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

LIMPEZA DE FIM DE ANO - UMA RECEITA ESPECIAL







LIMPEZA DE FIM DE ANO - UMA RECEITA ESPECIAL

                                                                                          Maysa Machado

Ponha o amor mofado pra secar ao sol da manhã, na janela.
Enquanto isso limpe seu coração de todos os nãos recebidos. Reserve os novos espaços para os sins.
Separe, pacientemente, as desilusões, por tamanhos e formas. Algumas podem ser recuperadas, e, tomar a aparência de novinhas em folha, lavando-as em lágrimas doces. Difícil será encontrar o precioso líquido.
Para ajudar, aqui vai, um pequeno segredo: Procure colhê-las durante as comemorações, de fim de ano, em meio a promessas, beijos, reencontros e surpresas agradáveis, etc. Mas só as verdadeiras, as de alegria. Ser feliz dá trabalho, e só depende de você.
 Olhe a sua volta, não diga nada, mas olhe e procure sentir AMOR por tudo e por nada.
Deixe o AMOR fluir em você. Faz um bem. Alisa a alma. Melhor que muito serun vendido pelas grandes marcas em potes mínimos e preços mais salgados que o do bacalhau.
Respire o ar da mata, das plantas da sua varanda, do seu jardim. Tome um banho de imaginação junto ao de ervas e cheiro. Se inunde de afeto.
 Não se esqueça de olhar o azul do céu. Esse prêmio que o hemisfério sul nos oferece. Está anil? Tá brumado? Vai passar logo, logo. Sem previsão de chuva, pode acreditar.
Não precisa jogar fora o que ficou sem uso, se você gosta e não cuidou. Reaproveite tudo. Desista de ser consumista. A felicidade não está nas vitrines do Shopping. Por ali, só as ilusões passageiras e sugadoras do seu orçamento, em longas e pesadas parcelas.
Passe a limpo as questões difíceis, sem uma palavra, sequer. O silêncio escolhido é o melhor conselheiro e companhia que temos. Você fará sua síntese. Economizará e reaproveitará.
 Muita vez fará descobertas de sentimentos, atitudes, decisões.
Ah!Volte à janela, antes do meio dia, e veja o estado em que o AMOR ficou. Se o sol da manhã não resolveu, lamento dizer, procure outro amor, novinho e fresquinho como o Ano que está nascendo.
Cuide-se. Lembre-se, ou cantarole o “Bom Conselho”, de Chico Buarque: ...”Está provado quem espera nunca alcança” ou assovie “A perfeição é uma meta defendida pelo goleiro da seleção”, como o querido Gil nos ensinou.
FELIZ 2013.

Santa Teresa, 31 de dezembro de 2013.


Abraço e até o Ano Novo!

Maysa

3 comentários:

Ana Paula Alves Ribeiro disse...

Este eu vou guardar com todo cuidado, receita para repetir vezes e vezes ao longo do ano. Feliz 2013, querida amiga. Um beijo

Maysa disse...

Gostei de ver e ler!! Tá animada, hein!!! muitas vezes? olha que cantar o jongo da Cementina! rsrsrs
Beijos e Feliz Ano Novo.Maysa.

Maria Cristina Stolf disse...

Que lindo Maysa!! vou seguir sua receita à risca!! um forte abraço e Feliz 2013!!!!