terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Da origem da poesia - Nietzsche - 1º tempo

Releituras, relembranças e rebeijos

Repetir por escolha é tudo de bom. De uns tempos prá cá estou relendo e sentindo emoções novas, revendo filmes que foram assistidos, nos meus 19 ! não encaixavam ,como hoje, sob medida na minha vivência...
Ah! como é bom viver, como amo descobrir novos ângulos no que quase sempre esteve perto, tão perto que ficava num canto adormecido, na sala, na varanda ou dentro de mim!
Nessas ocasiões só a boa solidão para nos fazer companhia ou nós a ela!
Vocês já perceberam como gosto de poesia...então, depois de conversar com uma amiga, fui direto beber na fonte do Nietzsche e, o que selecionei, reproduzo aqui, entre nós, em três tempos, para saborearmos juntos.


Da origem da poesia - Nietzsche - 1º tempo:

"aqueles que amam o elemento fantástico no ser humano e concomitantemente justificam a doutrina da moralidade instintiva, assim raciocinam: " Se admitirmos que o homem reverenciou desde sempre a utilidade como sendo a divindade suprema, de onde teria surgido a poesia? Essa divisão rítmica que mais obscurece o discurso do que o esclarece e que, contudo, proliferou tão esplendidamente que ainda prolifera em qualquer parte do mundo, para imediata vergonha de todos os utilitarismos! a magnífica e selvagem irracionalidade da poesia refuta-vos, sectários do útil! Foi precisamente a vontade de se libertar do útil que elevou o homem acima dele próprio, que lhe inspirou a arte e a moralidade !" Muito bem, desta vez só posso defender a causa dos utilitaristas - têm tão raramente razão que chega a causar dó."

Paramos por aqui, volto ao tema, tratado com paixão por Nietzsche, num 2º tempo.
O livro de onde recolhi o trecho é: A gaia ciência, coleção a obra -prima de cada autor . Editora Martin Claret, 2004.

Vocês que estão acompanhando meu blog o ninho e a tempestade , comentem : de onde surgiu a poesia ?

Beijos e rebeijos

Maysa



2 comentários:

Regina disse...

vc. me pergunta de onde surgiu a poesia...talvez do desejo de vencer a morte....?

Ana P. disse...

Da dor?
Do amor e da paixão que nos embala?
Vou pensando ao longo do dia e volto aqui!